Mais que Conversa

Compartilhando...

Ideias

Vivências

Conhecimentos

Sobre o Blog

Este blog busca ter o tom daquelas conversas leves que nos alimentam por trazerem conhecimentos, possibilidades encontradas, descobertas, experiências que deram certo, vivências que promoveram mudanças.

Conversas que com leveza falam de coisas sérias como de educação, que, muito mais que trazer informações, abre janelas a novos significados.  E não só educar nossas crianças e jovens, mas a nós mesmos, considerando que a autoeducação deve ser um processo de vida inteira, uma busca permanente de autocrescimento e de cuidar de si.

Duas de suas seções – Bioexpressão e Todos na roda – se voltam para o nosso processo de autoconhecimento, autocuidado e resiliência por meio de uma maior compreensão da importância do movimento, do fluxo da bioenergia e da educação das emoções.

Um olhar sensível para a infância traz uma multiplicidade de temas sobre o desenvolvimento da criança considerando meu olhar de educadora, professora de futuras pedagogas e de outras que já exercem o magistério, assim como de meu olhar de mãe e de avó, valioso para a percepção de erros e acertos.

No movimento das marés se mostra o vaivém do cotidiano, que não fala apenas de mim, de Josés ou de Marias, que fala um pouquinho de cada um de nós; que aponta olhares que convergem, ou mesmo que divergem, realçando o diferente ou o inusitado.  Que fala sobre pessoas ocultas pelos nomes da ficção, pessoas que ousaram mergulhar nas profundezas turvas de si mesmas para não se afogarem nas tempestades da vida, pessoas que imergiram para poder emergir com nova força.

Faça sua escolha e boa leitura!

Temas

Bioexpressão

bioexpressão; blog ;maisqueconversa

A Bioexpressão é um campo de estudos que busca ampliar nosso autoconhecimento e nos oferecer meios de cuidar de nós. Tem por base a teoria bioenergética de William Reich e de alguns de seus seguidores como Alexander Lowen. Embora seja o tema de meu doutorado, a intenção, aqui, é trazer pequenos textos que enfoquem pontos significativos em uma linguagem não acadêmica, que contribuam com nosso crescimento físico, emocional e espiritual.

Um olhar sensível para a infância

Você sabia que os anos iniciais da vida da criança são fundamentais para seu processo de desenvolvimento e para que esses seres se tornem adolescentes e adultos mais equilibrados e até mais felizes? Por isso, aqui serão postados artigos voltados para educadores – pais, professores e todos os envolvidos na formação da criança, discutindo questões que possam ajudá-los nessa importante tarefa, que nem sempre é fácil, mas que, sem dúvida, desafia e estimula.

pexels-tatiana-syrikova-3933259

No movimento das marés: crônicas e cartas

pexels-pixabay-414268

Somos tão diferentes, mas temos tanto em comum… Convivemos conosco vinte e quatro horas por dia, mas não raro algo nos traz espanto e perguntas: Quem é esta? E este? Que foi isso? Somos feitos de alegrias, dores, ansiedades, desejos, sonhos, medos, coragem, fúria… Por e para onde caminhamos? O que buscamos? O que escondem nossas águas profundas, quando o que se mostra são águas calmas… Como calar o que se espraia? Como dizer o que emudece no assombro? Fluxo e refluxo.

Todos na Roda: danças circulares

O Todos na Roda reúne pessoas que gostam de danças circulares, não importando se sabem ou não dançar. O que importa mesmo é que desejem se entregar ao prazer de mover o corpo ao ritmo de danças de vários povos, de compartilhar alegria, bem-estar e crescimento e usufruir de todo o prazer que isso traz. Aqui, você vai saber um pouco mais sobre o grupo, as danças e sobre nossos encontros.

danças circulares

Um pouco de mim e do meu trabalho

Lucia Helena Pena Pereira

Nunca tive dúvidas quando me perguntavam: “o que você vai ser quando crescer”? Queria ser professora e mãe. O que não pensei à época é que também seria avó. Para minha alegria, a vida me presenteou não só com filhos, mas também com dois lindos netos. E as bonecas que assistiam quietinhas a minhas aulas, foram substituídas por crianças e jovens cheios de energia.

A graduação em Letras e Literatura na UFRJ me aproximou do prazer do magistério, dos livros e da escrita. Algum tempo depois, me graduei em Pedagogia na UERJ, acreditando que poderia ser uma professora melhor e entender um pouco mais da formação de meus filhos. E foi assim que me apaixonei pela Educação. Paixão das grandes, e que não arrefeceu com o tempo, muito pelo contrário. O mestrado e o doutorado, ambos em Educação, foram caminhos naturais para aprofundar conhecimentos, o primeiro na UERJ e o doutoramento na UFBA. Salvador foi o local onde encontrei um orientador que compartilhasse comigo a paixão pelas questões corporais e a ludicidade, e para lá me mudei com armas e bagagens, ou melhor, com bagagens sim, mas desarmada, aberta para a grande aventura de pesquisar e aprender mais. Deixei por um tempo as serras mineiras que me encantam, e voltei a sentir e ouvir com mais frequência o mar que marcou grande parte de minha vida. Lá entrei em contato com as danças circulares, fiz cursos para conhecê-las melhor a fim de incorporá-las à minha prática pedagógica. Foram quatro anos fundamentais para meu crescimento profissional e pessoal, de muitos mergulhos em ricas teorias, vivências e na alma. Brinco que minha vida se marca AS e DS. Antes e depois de Salvador.

Ao longo dos anos, atuei como professora da rede pública e particular do Rio de Janeiro na Educação Básica, nas funções de professora e supervisora. Meu desejo de trabalhar com a formação de professores que trabalham com a criança e aprofundar áreas de conhecimento que me fascinam como corporeidade, ludicidade, arte-educação e literatura infantil, me levaram a prestar concurso para dar aulas no ensino superior na UFSJ. Logo vieram as aulas e as orientações de pós- graduações e do Mestrado que alimentavam meu gosto pela pesquisa.

Um resultado muito significativo de meus estudos e pesquisas nas áreas acima citadas e dos muitos anos de prática de sala de aula foi a criação da proposta pedagógica e psicomotora Bioexpressão, fundamentada nos estudos da unicidade soma-psique e da bioenergética, sobre a qual desenvolvi meu doutoramento e inúmeras pesquisas, incluindo a orientação de pesquisas de mestrado, doutorado e muitas iniciações científicas, além do livro que tem este nome como título principal. E, nesse caminhar, surgiram os estudos da resiliência e inteligência emocional que considero capacidades fundamentais a serem desenvolvidas por todos nós, adultos e crianças, em um mundo de muitas pressões e tensões.

A vida vivida com toda sua gama de desafios, os estudos, as vivências corporais os mais de quarenta anos de sala de aula e as tantas experiências divididas com meus educandos em meu fazer, que muitas vezes, foram não só pedagógicas, mas terapêuticas, forjaram a mulher que me tornei e que deseja compartilhar um pouco de sua construção. Afinal, embora não sejamos iguais, semelhanças nos aproximam em nossa humanidade.

Se você quiser saber mais desta história, clique em

Notícias

Trarei notícias, eventos e novidades aqui, em breve mais conteúdo!

Receba as novidades no seu e-mail

Desenvolvido por